Home YouTube TikTok Jogos love@antenalove.com.br
VOCÊ ESTÁ NA RÁDIO


Ibiraci adota ‘passaporte da vacina’ para acesso a programas sociais e entrada em eventos




Medida passou a valer por meio de decreto publicado pela prefeitura e tem objetivo de estimular vacinação na cidade. Ibiraci exige comprovante da vacina contra a Covid-19 para acesso a programas sociais A Prefeitura de Ibiraci adotou o ‘passaporte da vacina’ para pessoas terem acesso a programas sociais e também para frequentarem estabelecimentos e eventos no município. A medida passou a valer por meio de decreto publicado pela administração municipal e tem objetivo de estimular a vacinação contra Covid-19 na cidade. No decreto fica definida que a ausência do comprovante de qualquer um dos membros da família implicará na exclusão imediata do grupo como beneficiários de programas municipais. Com o decreto, também é necessário que as pessoas com 18 anos ou mais apresentem o comprovante de vacinação para terem acesso a estabelecimentos e eventos. O ‘passaporte da vacina’ é sugerido para festas, shows, restaurantes, bares, museus, cinemas, teatros e academias. “O decreto foi a forma que nós encontramos de trazer para auxiliar na fiscalização as pessoas que fazem uso dos serviços sociais. A fiscalização da vacina na verdade é feito pela comunidade. Essas pessoas que foram as mais atingidas pela pandemia são as que usam serviço social e nada mais justo que elas que estão utilizando de um dinheiro que é de toda comunidade para serem auxiliarem que contribuam fazendo sua parte como cidadão que é buscando a vacina, que é o remédio que vai nos livrar dessa tristeza”, explicou o prefeito Ismael Silva Cândido (PDT). Ibiraci adota ‘passaporte da vacina’ para acesso a programas sociais e entrada em eventos Prefeitura de Ibiraci O comprovante pode ser apresentado tanto pelo ‘Conecte SUS’ quanto pelo cartão de vacinação físico. Segundo a prefeitura, cabe aos estabelecimentos a fiscalização do cartão da vacina junto com o documento de identidade. “A contrapartida é muito pequena em vista do benefício. A mão forte da administração está ajudando as pessoas mais vulneráveis e em troca está pedindo o que? Apenas que sejam solidárias, amigas, preocupadas entre si e tomem a vacina para se protegerem, protegerem os familiares e protegerem a comunidade de uma forma geral”, salientou. VÍDEOS: Veja tudo sobre o Sul de Minas Veja mais notícias da região no G1 Sul de Minas

Comente:




Legendas

Mais