Home YouTube TikTok Jogos love@antenalove.com.br
VOCÊ ESTÁ NA RÁDIO


Após eleições e rumo ao OE, Marcelo reitera: "Crises não fazem sentido"



À saída da Conferência Dia Mundial do Turismo - Retomar o Crescimento, em Coimbra, o presidente Marcelo recusou comentar resultados das eleições Autárquicas deste domingo, lamentando porém que o seu apelo não tenha surtido efeito e que a abstenção tenha sido linha com anterior.

Eu esperava mais [participação dos portugueses], admitiu, salientando que o voto é uma arma do povo, é um instrumento da democracia.

Sem tecer qualquer comentário sobre resultados, Marcelo elogiou a forma como o ato eleitoral correu - de forma muito normal -, e agradeceu aos que trabalharam, nomeadamente nas mesas de voto, mas também aos que concorreram porque é obra fazer uma campanha tão longa e ainda em pandemia, em condições difíceis.

Questionado pelos jornalistas sobre se os resultados das Autárquicas podem condicionar as negociações para o Orçamento do Estado, o chefe de Estado passou a bola para os parlamentares, mas salientou que os próximos anos são fundamentais.

Estamos numa legislatura que termina em 2023, e estamos a começar aplicar os fundos europeus, pelo que, insistiu, crises políticas nos próximos anos não fazem sentido e naquilo que depender do Presidente da República o que importa é que haja orçamento para o próximo ano e para 2023.

[Notícia em atualização]

Leia Também: Autárquicas: Abstenção foi a segunda mais elevada em eleições locais

Comente:




Legendas

Mais