Como é o plano que permite volta de turistas para a Europa — e por que brasileiros podem ficar de fora




A ideia é retomar, ao menos em parte, o turismo nos países que fazem parte do bloco. No entanto, viajantes de países onde a pandemia está em situação crítica ou onde há novas variantes vão continuar sendo barrados. A ideia é retomar, ao menos em parte, o turismo nos países que fazem parte do bloco. No entanto, viajantes de países onde a pandemia está em situação crítica ou onde há novas variantes vão continuar sendo barrados Getty Images via BBC A Comissão da União Europeia (UE) recomendou uma diminuição das restrições para entrada de pessoas de fora do bloco, para viagens não essenciais. A ideia é retomar ao menos em parte o turismo nos países-membros. Os novos planos permitem que pessoas que tenham recebido a segunda dose de uma vacina aprovada na União Europeia há pelo menos duas semanas possam viajar para o bloco. Atualmente, a União Europeia só permite viagens não essenciais de pessoas vindas de sete países. É hora de revitalizar a indústria do turismo na UE e de retomar amizades através das fronteiras — com segurança, disse Ursula von der Leyen, presidente da Comissão da UE, em uma postagem no Twitter. Cresce turismo das vacinas entre o México e os Estados Unidos Vaticano reabre museus após fechamento de 7 semanas para conter avanço da pandemia O projeto de retomada, no entanto, contém um freio de emergência que permite que países-membros limitem as viagens a partir de outros países em caso de surgimento de novas variantes ou de uma piora na pandemia nesses locais. Os planos da UE são de que a cada duas semanas haja uma reavaliação da situação. O mais provável é que viajantes vindos do Brasil façam parte dessa lista de passageiros cuja entrada não é permitida, já que diversos países do bloco implementaram restrições extras — além das adotadas pela UE — para brasileiros. Esse é o caso de Portugal e França, por exemplo. Portugal anunciou nesta semana mais restrições a passageiros vindos do Brasil. E a França cancelou, em abril, todos os voos vindos do Brasil, sem data para retomada. Além do Brasil ter o segundo maior número mortos do mundo — mais de 400 mil — a variante P.1, descoberta primeiro em Manaus e que já se espalhou pelo país, é um fator de preocupação internacional. Além disso, o descontrole da pandemia no Brasil pode levar à aparição de outras mutações com potencial de reduzir a eficácia das vacinas. A UE já tinha anunciado planos de criar um certificado digital com categorias para quem se vacinou contra Covid, teve resultados negativos em exames ou recentemente se recuperou da doença. O que o plano prevê Os Estados membros da UE poderão aceitar turistas de fora do bloco se eles tiverem recebido uma vacina aprovada pelo bloco europeu. Mas é possível que a autorização seja estendida para vacinas que tenham concluído o processo de uso de emergência da Organização Mundial de Saúde (OMS). Além disso, as crianças que não puderam receber a vacina devem poder viajar com seus pais, desde que apresentem um exame negativo — e novos exames podem ser necessários na chegada. Até que haja um certificado válido para toda a UE, os países individualmente devem ser capazes de aceitar certificados de países não pertencentes à UE com base na legislação nacional. De acordo com levantamento do Skyscanner, 114 países têm fortes restrições à entrada de brasileiros Getty Images via BBC Esta decisão incluiria capacidade de verificar a autenticidade, validade e integridade do certificado e se ele contém todos os dados relevantes. Os planos irão aumentar também o número limite de casos em países a partir dos quais todas as viagens são permitidas. O número de infecções permitidas irá de 25 casos para cada 100 mil pessoas para 100 casos a cada 100 mil. É um valor abaixo da média da UE, de 420 casos por 100 mil habitantes. As medidas não afetarão as regras atuais sobre viagens essenciais ou para cidadãos da UE e residentes permanentes (e suas famílias). A recomendação deve valer para todos os países membros da UE, exceto Irlanda, e para alguns países europeus que não são oficialmente parte do bloco — Islândia, Liechtenstein, Noruega e Suíça. Quais vacinas serão aceitas? Até agora, a UE aprovou quatro vacinas: a da Pfizer-BioNTech, a da Moderna, a de Oxford-AstraZeneca e a Janssen-Johnson amp; Johnson. Todas requerem duas doses para proteção máxima, exceto a da Janssen, que é de dose única. As vacinas da Sinopharm e da Sinovac (que produz a Coronavac) poderão ter o uso emergencial aprovado em breve pela Organização Mundial da Saúde. A análise está na fase final. Se isso ocorrer, esses imunizantes deverão obter aprovações na UE no futuro. Como os certificados serão administrados? Na semana passada, legisladores europeus aprovaram planos para a criação de um certificado digital válido para toda a UE para a retomada das viagens até as férias de verão no continente. O certificado vai funcionar através de um QR Code — aquele código quadrado legível pela câmera do celular. O Comitê da UE diz que o código, que vai conter dados pessoais do usuário, será seguro e protegido. O comitê está trabalhando com a OMS para garantir que o certificado seja reconhecido fora da Europa. Os 27 estados-membros também querem incluir países não pertencentes à UE no certificado, como Noruega, Islândia e Suíça. Autoridades também disseram no início desta semana que viajantes vacinados dos EUA poderão visitar a Europa neste verão. Já o governo do Reino Unido — que está em processo de saída do bloco — indicou que viagens aos exterior podem ser retomadas a partir de 17 maio. O país não faria parte desse plano da UE e teria seu próprio sistema digital para viagens internacionais. Mas as preocupações práticas sobre o certificado digital permanecem, incluindo questões sobre quanto tempo dura a imunidade após uma infecção e se mais doses de vacinas serão necessárias em meio à rápida disseminação de variantes mais contagiosas de covid. Para onde os brasileiros podem viajar? Apenas nove países possuem restrições leves ou nenhuma restrição à entrada de brasileiros no momento: México, Afeganistão, República Centro Africana, Albânia, Costa Rica, República Dominicana, Macedônia do Norte, Nauru e Tonga. Outros 216 países têm restrições à entrada de pessoas vindas do Brasil, segundo um levantamento do site de viagens Skyscanner. Destes, 114 países têm fortes restrições — incluindo os destinos mais procurados por brasileiros em 2019, como Estados Unidos, Argentina, Chile, França, Reino Unido e Itália.








Governo do Paraná prorroga por 2 dias decreto com comércio, shoppings e bares liberados aos domingos

Lucy Alves faz Chuva cair com Gotas de amor em single de álbum com músicas do grupo Falamansa

Participe do programa Feito no Paraná e incentive a economia regional

Réu entra em julgamento on-line usando palavrão como nome e deixa juiz furioso

Brasileira em Israel fala sobre rotina entre casa e bunker durante conflito: Sirene toca dia e noite





     

| Último Instante:

Ante Love

Réu entra em julgamento on-line usando palavrão como nome e deixa juiz furioso


Ante Love

Brasileira em Israel fala sobre rotina entre casa e bunker durante conflito: Sirene toca dia e noite


Ante Love

Segundo ano de pandemia deve ser mais mortal que o primeiro, diz OMS


Ante Love

Ucrânia está virando um país anti-Rússia, diz Vladimir Putin


Ante Love

Qual o verdadeiro poder de fogo do Hamas contra Israel


Ante Love

Governo do Reino Unido mantém plano de COP26 presencial em Glasgow, apesar da Covid-19


Ante Love

18 elefantes são achados mortos na Índia; raio pode ter sido a causa


Ante Love

Itália revoga quarentena para viajantes de União Europeia, Reino Unido e Israel; mantém ao Brasil


Ante Love

Tropas israelenses na fronteira com a Faixa de Gaza bombardeiam palestinos; número de mortos sobe


Ante Love

Assolados pela Covid, hospitais de Gaza agora lidam com feridos dos ataques aéreos de Israel


Ante Love

Mais de 350 mil pessoas assinam petição para cancelar a Olimpíada


Ante Love

Explosão de violência em Israel faz Netanyahu voltar à disputa para formar governo


Ante Love

O lugar do mundo que reconhece 5 gêneros diferentes


Ante Love

UPDATE 1-Petrobras reverses losses, signals continuity


Ante Love

???????? ????????


Ante Love

Movimento negro realiza protestos em capitais contra o racismo, chacinas e genocídio sem fim


Ante Love

Bolsonaro ataca CPI e diz que Pazuello acertou em tudo


Ante Love

Deputado ironiza família Bolsonaro por foto do presidente ao lado de Collor e Lira


Ante Love

É falsa declaração atribuída a Alexandre de Moraes sobre eleições


Ante Love

STF concedeu direito de silêncio a testemunhas de CPIs em 2008, 2015 e 2019


Ante Love

Base governista emplaca presidência e relatoria em comissão do voto impresso


Ante Love

Bolsonaro ataca CPI da Covid e diz que Pazuello acertou em tudo


Ante Love

Venezuela convoca eleições regionais para 21 de novembro entre pedidos por diálogo


Ante Love

Em janeiro, governo chamou oferta da Pfizer de conquista de marketing


Ante Love

UOL Entrevista | Janaina Paschoal será entrevistada ao vivo amanhã, às 10h


Ante Love

Bolsonaro diz que Pfizer comprovou em depoimento à CPI que governo acertou


Ante Love

Não tínhamos votos para o impeachment, como ainda não temos, diz Maia


Ante Love

Advogados pedem afastamento de Bolsonaro ao STF: característica de doenças mentais


Ante Love

Após depoimento de executivo da Pfizer, Bolsonaro diz que Pazuello acertou em tudo


Ante Love

Número de mortos em Gaza passa de 100; Forças de Defesa de Israel iniciam nova ofensiva


Ante Love

Former Brazilian president says Bolsonaro became a rogue leader, botched COVID response


Ante Love

Fachin acompanha Marco Aurélio e empata julgamento sobre realização do Censo


Ante Love

Pandemia de coronavírus | Brasil registra 2.340 mortes por covid em 24 h, e total ultrapassa 430 mil


Ante Love

No palanque, um Arthur Lira bastante alinhado a Bolsonaro


Ante Love

Pfizer got no response to offers to supply COVID-19 vaccine to Brazil last year, says executive


Ante Love

Os principais pontos do depoimento do executivo da Pfizer


Ante Love

Marco Aurélio arquiva pedido para investigar cheques de Queiroz a Michelle


Ante Love

AGU aciona STF para Pazuello poder ficar calado em depoimento à CPI da Covid


Ante Love

Com corpo fora de veículo, Bolsonaro rebate protestos com gestos de roubo


Ante Love

Pedido para apurar cheques de Queiroz a Michelle é arquivado


Ante Love

AGU aciona o STF para blindar Pazuello na CPI da Covid


Ante Love

AGU pede ao STF que Pazuello possa ficar calado em depoimento à CPI da Pandemia


Ante Love

Barroso defende urnas eletrônicas: sistema íntegro e que permite alternância


Ante Love

CPI cobra dados sobre uso de recursos federais por governadores e prefeitos


Ante Love

Marco Aurélio arquiva investigação sobre cheques na conta de Michelle Bolsonaro


Ante Love

Ladrão de 9 dedos, Bolsonaro se refere a Lula após pesquisa do Datafolha


Ante Love

STF arquiva caso dos cheques de Queiroz que mirava Bolsonaro


Ante Love

Advogados defendem responsabilização criminal de Moro e membros da Lava Jato


Ante Love

Ritmo acelerado na Câmara | Membros do MP veem desequilíbrio em medidas discutidas no Congresso


Ante Love

General da reserva que trabalhava no GSI morre de Covid-19