Home YouTube TikTok Jogos love@antenalove.com.br
VOCÊ ESTÁ NA RÁDIO


Pronto-Socorro Central será apenas para pacientes encaminhados de unidades de urgência e emergência




Decisão tomada nesta quarta-feira (27) pela prefeitura de Bauru manterá unidade recebendo apenas pacientes encaminhados por unidades de urgência, como UPA, Samu e bombeiros; com agravamento da pandemia, PSC só recebia pacientes com sintomas de Covid-19. Pronto-Socorro Central, na Rua Rubens Arruda, vai receber apenas traumas graves encaminhados por Samu, Bombeiro e UPAs Reprodução/TV TEM O Pronto-Socorro Central (PSC) de Bauru (SP) não retomará atendimento aberto aos moradores da cidade, segundo decisão tomada nesta quarta-feira (27) pela prefeitura. Isso significa que a unidade vai receber somente pacientes encaminhados de unidades de urgência e emergência, como as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), o Samu e os bombeiros. Segundo o secretário de saúde e vice-prefeito de Bauru, Orlando Costa Dias, em entrevista para a Tv Tem, apenas são atendidos casos muito graves, como picadas de escorpião e cobra. Caso contrário, o PSC atende apenas casos referenciados, ou seja, o paciente que vem referenciado da UPA ou do Samu, conta. Prefeitura de Bauru não retoma atendimento aberto no Pronto-Socorro Central aos moradores O secretário comenta ainda comenta que o Pronto-Socorro Central foi montado, desde o começo, para somente atender casos graves. A equipe é do PSC foi montada para atender casos graves. Se abrimos as portas à população, os casos simples lotam o pronto-atendimento, os médicos perdem o controle e não conseguem atender os mais urgentes, continua. Desde o começo do ano, com o agravamento da pandemia, o PSC não vinha atendendo com “portas abertas”, pois estava recebendo as demandas do Posto Avançado Covid (PAC), e teve o sistema de funcionamento alterado para se transformar numa espécie de “mini-hospital” para pacientes com sintomas do coronavírus. Por conta dos baixos índices de contaminação e pela redução dos óbitos na cidade, o PAC foi fechado no dia 15 de setembro e os pacientes com Covid-19 passaram a ser encaminhados para as UPAs ou para o Hospital das Clínicas. Pronto-Socorro Central (PSC) não vinha atendendo com “portas abertas” e apenas recebendo demandas de Covid do PAC Rafael Ferraz/ TV TEM VÍDEOS: assista às reportagens da região Veja mais notícias da região no G1 Bauru e Marília.

Comente:




Legendas

Mais