Home YouTube TikTok Jogos love@antenalove.com.br
VOCÊ ESTÁ NA RÁDIO


Covid-19 em Juiz de Fora: escola particular suspende aulas presenciais após casos da doença




Notificações de casos confirmados e suspeitos foram registradas em turmas dos turnos da manhã e tarde. O g1 procurou a instituição, a Prefeitura e o sindicato que representa a categoria. Cientistas estudam mutação do vírus da Covid-19 Getty Images O Colégio Academia, em funcionamento no Centro de Juiz de Fora, suspendeu na quarta-feira (3) as aulas presenciais, após registrar a existência de 3 casos confirmados e outros suspeitos de Covid-19 nas turmas de alunos da manhã e tarde. A informação foi divulgada ao g1 pelos pais de um aluno matriculado na instituição, que não quiseram se identificar, após receberem um comunicado com o aviso da suspensão das atividades escolares. De acordo com a instituição de ensino, os casos confirmados são de alunos. As aulas estão previstas para retornar no próximo dia 16. A reportagem entrou em contato com a Prefeitura de Juiz de Fora, o Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino (Sinepe-MG) e aguarda retorno. O retorno do ensino presencial em Juiz de Fora ocorre de maneira híbrida e facultativa, com esquema de bolhas e distanciamento entre os alunos. No último dia 27 de setembro, alunos da Educação Infantil puderam voltar às salas de aula. No dia 18 de outubro, última etapa do calendário de retorno contou com a volta dos estudantes dos ensinos Médio e Superior. SAIBA MAIS: Veja a situação das aulas no município Volta às aulas presenciais: veja como está o 2º semestre nas escolas de Juiz de Fora Casos de Covid-19 Conforme o comunicado emitido pelo Colégio Academia, os casos confirmados e suspeitos foram identificados nas seguintes turmas: Turno manhã 1 caso confirmado na turma do 8º ano B; 1 caso confirmado na turma da 3ª série do Ensino Médio A; Casos suspeitos nas turmas do 6º ano A e B; 3ª série do Ensino Médio A, B, C e D; Turno tarde 1 caso confirmado na turma do 3º ano B; Casos suspeitos nas turmas do 2º ano C; 4º ano A; 6º ano C e D. A decisão de suspensão atende ao protocolo da Prefeitura de Juiz de Fora, que diz respeito à identificação de casos suspeitos e surtos de Covid-19 nas instituições de ensino do município. Volta às aulas em Juiz de Fora As aulas presenciais as instituições públicas, estaduais e privadas de Juiz de Fora retornaram no fim de setembro, de forma híbrida, gradual e facultativa. No dia 27 de setembro, foi iniciado o retorno dos estudantes da Educação Infantil. Já no dia 4 de outubro, foi a vez dos estudantes do Ensino Fundamental I e do Ensino de Jovens e Adultos (EJA) retomarem às atividades presenciais, depois de quase 2 anos de ensino remoto. LEIA TAMBÉM: Covid-19: aulas são suspensas em duas escolas estaduais de Juiz de Fora após casos positivos da doença Para os estudantes dos ensinos Fundamental II e Médio, o retorno presencial nas instituições de ensino está autorizado desde o dia 11 de outubro, conforme o calendário municipal. Plataforma de monitoramento Quando o retorno foi iniciado, no dia 27 de setembro, a Prefeitura lançou uma plataforma para monitoramento de possíveis casos de Covid-19 de estudantes da rede de ensino do município. A ferramenta faz parte dos protocolos de segurança apresentados pelo Executivo no retorno presencial das atividades escolares. O site pode ser usado por pais e professores, que podem notificar casos da doença de forma mais rápida. Segundo a gerente do Departamento de Vigilância Epidemiológica e Ambiental, Louise Cândido, o objetivo da plataforma é frear a cadeia de transmissão do coronavírus e evitar surtos. A ideia foi criar uma ferramenta de monitoramento em que tanto pais, responsáveis, estudantes, como profissionais de saúde e instituições de ensino consigam notificar casos suspeitos e confirmados nessa plataforma para que gente inicie o processo de monitoramento, isolamento e quarentena dos contatos, explicou Louise. VÍDEOS: veja tudo sobre a Zona da Mata e Campos das Vertentes

Comente:




Legendas

Mais