Home YouTube TikTok Jogos love@antenalove.com.br
VOCÊ ESTÁ NA RÁDIO


Campinas terá projeto-piloto com área de espera para motociclistas em 10 semáforos; campanha visa reduzir mortes em acidentes




Dados da Emdec mostram que 48% dos mortos no trânsito em 2021 são pilotos de moto. Campanha reúne palestras, blitze educativas e outras iniciativas. Meta da campanha é reduzir acidentes com motos em Campinas Reprodução/EPTV Campinas (SP) lançou, nesta quinta-feira (4), uma campanha que busca reduzir o número de mortes de motociclistas em acidentes de trânsito. A iniciativa inclui a criação de um projeto-piloto com 10 áreas exclusivas para motos em cruzamentos. A ação, semelhante à que existe em São Paulo, serve para que os pilotos possam esperar o sinal verde nos semáforos sem dividir espaço com carros. Segundo os dados da Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec), 48% das vítimas de acidentes de trânsito em 2021 são motociclistas. No entanto, as motos representam 15% da frota de veículos da cidade. Ao todo, 46 motociclistas morreram nos 10 meses do ano, sendo 25 em ruas e 21 nas rodovias. Outra constatação relevante é que 67% das mortes de motociclistas aconteceram aos finais de semana, sendo 40% no período da noite, das 20h à 1h da madrugada, informa a Emdec. Dentre as 46 mortes, 89% são de homens e 81% tinham de 18 a 39 anos. Projeto-piloto Segundo o secretário de Transportes de Campinas, Vinicius Riverete, dados da Companhia de Engenharia de Trânsito (CET), da capital, mostram que a implantação da faixa de espera para motociclistas reduz a incidência de mortes nos cruzamentos. Riverete não informou em quais trechos as faixas serão pintadas, mas disse que o trabalho deve começar em dezembro. Serão feitas no segundo mês da campanha. A Emdec já selecionou os 10 pontos. Foram pegados os pontos com maior índice de acidentalidade. Estamos visitando in loco esses pontos, disse. Prefeitura implantará faixa de retenção Divulgação/PMT A campanha Além das áreas exclusivas para os motociclistas, a campanha, chamada 3 Rs: Respeite, Repense, Reduza, terá blitze educativas, palestras , faixas educativas e folhetos. De acordo com a Emdec, o objetivo da campanha é sensibilizar, conscientizar (educar) e mobilizar motociclistas para prevenir acidentes e ampliar a segurança Dentre as blitze, haverá simulação de ponto cego e check up nas motocicletas. Segundo Riverete, as ações vão durar ao menos três meses, mas podem ser estendidas. Nós pretendemos manter essa campanha o máximo de tempo que a gente conseguir, para que possamos realmente entrar na cabeça das pessoas e reduzir os acidente, chegar a zero. Esse é o nosso objetivo. Vinicius Riverete, secretário de Transportes de Campinas Reprodução/Facebook Ao tratar o assunto como problema de saúde pública, o secretário de Saúde, Lair Zambon, afirmou que a redução nos acidentes com motociclistas auxilia o sistema de saúde. Em 2021, completa o titular da pasta, houve pressão grande por conta da pandemia e dos casos graves de traumas. Foi um ano em que a impactação desses acidentes foi um grande problema para nós da saúde. Lembrar que esses acidentes, mais de 80% estão relacionados até 39 anos, portanto população produtiva. (...) Necessita de tratamento multidisciplinar. ocupa longo tempo de internação com custo bastante elevado, Lair Zambon. VÍDEOS: destaques de Campinas e região Veja mais notícias da região no g1 Campinas

Comente:




Legendas

Mais