Home YouTube TikTok Jogos love@antenalove.com.br
VOCÊ ESTÁ NA RÁDIO


Bragança Paulista é a 25ª cidade do Estado melhor colocada no Índice Firjan de Gestão Fiscal




Em três componentes, a nota foi considerada de Excelência e em dois, de Boa Gestão Bragança Paulista aparece na 25ª colocação no Estado de São Paulo no Índice FIRJAN de Gestão Fiscal (IFGF), referente ao ano de 2020. Os resultados foram divulgados pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro e mostram que a Administração Municipal está evoluindo com relação à gestão pública, atingindo índice considerado de excelência. O IFGF de Bragança Paulista ficou em 0,8756 no ano de 2020. A FIRJAN divide os municípios em quatro categorias: Excelência (nota superior a 0,8 pontos), onde Bragança está; Boa Gestão (entre 0,6 e 0,8 pontos); Dificuldade (entre 0,4 e 0,6 pontos) e Crítico (inferiores a 0,4 pontos). Além do índice geral, há outros quatro componentes que recebem nota. O município ficou com nota 1,0000 (a mais alta possível) em Autonomia e Gastos com Pessoal (ambos considerados de Excelência). E com nota alta em outros dois: 0,7148 pontos em Investimentos e 0,7877 em Liquidez (ambos em Boa Gestão). Bragança Paulista vem apresentando evolução anual significativa. Nos anos de 2015 e 2016, ainda na gestão anterior, as notas ficaram respectivamente em 0,4160 e 0,4995, consideradas de Dificuldade. Desde 2017 há uma grande evolução, passando para Boa Gestão e Excelência. Em 2017 o índice do município já subiu para 0,6045 (considerado Boa Gestão); em 2018 saltou para 0,7209, subindo ainda mais em 2019, com 0,7951 e chegando à Excelência em 2020, com 0,8756. O resultado de 2020 coloca Bragança Paulista na 25ª posição entre os 645 municípios do Estado de São Paulo e na 240ª posição em nível Nacional, entre os 5.545 municípios do país. ÍNDICE FIRJAN Com base em dados oficiais, o IFGF analisa as contas das cidades brasileiras por meio de quatro indicadores. O indicador Autonomia analisa a relação entre as receitas oriundas da atividade econômica do município e os custos para financiar sua existência. Gastos com pessoal mostra quanto os municípios gastam com pagamento de pessoal em relação ao total da Receita Corrente Líquida. Liquidez verifica a relação entre o total de restos a pagar acumulados no ano e os recursos em caixa disponíveis para cobri-los no ano seguinte. Investimentos mede a parcela da receita total dos municípios destinada aos investimentos, aqueles que geram bem-estar à população e melhoram o ambiente de negócios.

Comente:




Legendas

Mais