Aperte o PLAY e ouça a Rádio Antena Love

Há 79 anos, pressão do governo fez Palestra Itália se tornar Palmeiras



loading=lazyO dia 14 de setembro de 1942 foi marcante para a história da Sociedade Esportiva Palmeiras. Há 79 anos, o clube deixou de se chamar Palestra Itália e passou a ter o nome que leva até hoje, sendo forçado a abandonar sua antiga identidade pelo contexto histórico em que se inseria.

Em meio à Segunda Guerra Mundial, o Palestra Itália foi obrigado a mudar de nome, já que fazia referência a um adversário do Brasil no combate. De um lado, estavam os Aliados, formados por Estados Unidos, Inglaterra, França e, posteriormente, União Soviética. Do outro, Alemanha, Itália e Japão integravam o Eixo. O Brasil optou por se aliar ao primeiro grupo.

A partir do momento em que o presidente Getúlio Vargas tomou a decisão, foi determinado que referências aos países do Eixo seriam proibidas em território nacional. Assim, instituições brasileiras foram forçadas a mudar de nome, evitando perseguições.

Em um primeiro momento, o Palestra Itália passou a se chamar Palestra de São Paulo. Como o governo seguiu descontente, o clube optou por adotar o nome Sociedade Esportiva Palmeiras, em homenagem à extinta Associação Atlética das Palmeiras.

A pressão do Estado gerou também uma mudança na identidade visual do clube. O vermelho foi deixado de lado, com a manutenção do verde e branco. O escudo, que levava as iniciais de Palestra Itália, passou a ter apenas a letra #8220;P#8221;,

Seis dias após a oficialização das mudanças, o Palmeiras enfrentou o São Paulo, precisando vencer o jogo para conquistar o Campeonato Paulista de 1942. O Verdão entrou em campo carregando uma bandeira do Brasil e superou o Tricolor por 3 a 1. O episódio histórico ficou conhecido por #8220;Arrancada Heroica#8221;.

O post Há 79 anos, pressão do governo fez Palestra Itália se tornar Palmeiras apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Comente:




Legendas

Mais